Trinta detentos que fugiram do Presidio de Segurança Maxima (PB1) na madrugada já foram recapturados


Trinta dos 105 presos que fugiram do PB1, durante a madrugada desta segunda-feira (10), já foram recapturados de acordo com números atualizados da polícia. Entre eles está o detento de alta periculosidade conhecido como Betinho, chefe da Okaida.

Uma coletiva de imprensa está marcada para a manhã desta segunda no Memorial da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), até lá a polícia espera que mais presos tenham sido encontrados.

A fuga causou medo e apreensão em moradores das proximidades do presídio. Muitos disparos e explosões puderam ser ouvidos no momento da ação criminosa.

Os trabalhos para recapturar os detentos seguem em andamento.

Confira a nota:

O Governo do Estado comunica que as polícias Militar e Civil recapturaram até às 4 horas da madrugada desta segunda-feira (10), 19 detentos dos 105 que fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes – PB1, em Jacarapé.

A fuga ocorreu após ação de diversos indivíduos armados com fuzis e explosivos. As diligências para recapturar os fugitivos prosseguem.

O secretário de Estado da Administração Penitenciária, Tenente-Coronel Sérgio Fonseca de Souza, adiantou que um inquérito policial já foi instaurado para apurar a fuga.

Detalhes sobre o corrido serão divulgados à imprensa durante entrevista coletiva às 10 horas desta segunda-feira (10) no Memorial da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), localizado no 5º andar do 2º Bloco no Centro Administrativo Estadual, em Jaguabire.

Participarão da entrevista coletiva o secretário Tenente Coronel Sérgio Fonseca de Souza (Seap), o secretário Cláudio Lima (Segurança Pública e Defesa Social), e o comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Euller Chaves.

Fonte: PB Agora

Previous Mulher é presa ao tentar matar dois filhos afogados em açude na PB
Next Arquivos digitalizados do Museu Nacional poderão ser replicados em 3D

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *