Paraíba registra mais de seis mil casos de Aids em 11 anos


Há 30 anos, o dia 1º de dezembro foi instituído como o Dia Mundial de Luta contra a Aids. A diretora geral do Complexo de Doenças Infecto Contagiosas Clementino Fraga, Thais Matos, comemora a data, pois, a unidade de saúde apresentou, em um ano, uma queda de 34% do número de notificações. Na Paraíba, houve uma redução de 25% nos casos.

O Clementino Fraga, em 2017, notificou 784 casos de HIV /Aids. Em 2018, até novembro foram notificados 473. Na Paraíba, foram 857 casos no ano passado e 643 neste ano. No Brasil, O número anual de casos de Aids vem diminuindo desde 2013. A diretora atribui este resultado a ampliação e avanços nos diagnósticos, testagens e possibilidades de tratamento para o HIV. O hospital realizou mais de quinze mil exames apenas este ano.

“A pessoa tomar o Anti-Retroviral sem interrupção já é uma forma de prevenção porque ela não tem chance de contaminar outra pessoa e faz com que ela consiga viver normalmente. Usar o preservativo é outra prevenção. O número de casos diminuiu e hoje a gente deve a prevenção combinada, pois não dá pra focar em uma única forma de prevenção, todas devem estar juntas”, explicou.

Redação

Previous Homem de 25 anos é assassinado com tiro na cabeça na capital
Next Especialistas analisam táticas de sobrevivência de partidos nanicos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *