Obras paralisadas na PB entram na mira do Fórum de Combate à corrupção


O grupo de trabalho do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção – Focco-PB, criado para fazer o acompanhamento das obras públicas no Estado, vai realizar o diagnóstico das obras paralisadas, incluindo levantamento quantitativo e tratamento estatístico das principais causas de paralisação. O GT também vai orientar a atuação conjunta dos órgãos de fiscalização em casos isolados em que já existam procedimentos instaurados referentes a paralisações.

O GT de Obras Públicas é coordenado por André Delgado, representante do TCU, e conta com a participação de Márcio Sueth (também do TCU), Júlio Uchoa (TCE-PB), Roseane Batista (Funasa), Marcelo Pessoa (MPF), Rodrigo Gomes (MPF), Leonardo Quintans (MPPB), Rodrigo Paiva (CGU), Eudes Toscano (CGE) e Rômulo Cezar (RFB).

O grupo de trabalho foi instituído pelo Focco-PB, com o objetivo geral de estabelecer um fórum para discussão sobre obras públicas na Paraíba, tendo como objetivo específico propor uma estratégia de atuação para os órgãos de controle no caso de obras paralisadas.

PB Agora

Previous Marco Aurélio pode desfalcar o time do Belo nas semifinais da Série C
Next Eleições 2018: 75% dos deputados federais devem se reeleger

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *