Jovem patoense com problemas psiquiátricos foge de clínica, família reencontra, mas clínica nega nova internação


O jovem Ronilson Alexandre Ferreira, 27 anos, residente na Rua Luiz Lindermam, Bairro São Sebastião, em Patos, sofre com transtornos mentais e a família tem enfrentado uma verdadeira batalha em busca da recuperação da saúde mental do rapaz.

Ronilson Alexandre foi internado compulsoriamente por força de decisão judicial acerca de 30 dias na Clínica Dr. Maia, em Campina Grande, porém, conseguiu fugir após negligência da própria clínica e a família entrou em desespero, pois, apesar da responsabilidade ser da clínica, esta não deu a atenção necessária ao caso, de acordo com relatos da mãe do jovem.

A senhora Adecir Félix Ferreira, mãe de Ronilson, disse que o jovem foi encontrado nesta terça-feira, dia 17, na cidade de Pocinhos (PB) bastante desorientado. Um primo de Ronilson pegou um transporte e foi buscá-lo, porém, invés do jovem voltar para a ser internado, a clínica disse que o paciente está de alta médica.

A família está revoltada e disse que vai buscar novamente o poder judiciário para responsabilizar a clínica e tentar conseguir a nova internação do paciente. “Ele está bastante fragilizado mentalmente. Esperamos que ele não tenha surtos em casa, mas achamos que ele deve continuar o tratamento que começou e não ser desprezado desta forma pela clínica”, relatou um familiar do jovem.

Os casos de cidadãos com transtornos mentais vêm crescendo muito na cidade de Patos. Os problemas de ordem psiquiátrica se dão por diversos motivos e nem sempre são solucionados na própria cidade de Patos. Não é raro o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ser acionado por familiares e pela própria polícia para realizar sedações em pessoas com problemas psiquiátricos.

Jozivan Antero – Patosonline.com

Previous Parcela do 13º de aposentados e pensionistas será antecipada
Next Temer mudará base curricular do ensino médio

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *