Escândalo de pedofilia pode ter derrubado padre Severino de Secretaria no Conde


A divulgação da decisão da Justiça do Trabalho que condenou a Arquidiocese da Paraíba ao pagamento de indenização milionária em virtude de casos de pedofilia envolvendo sacerdotes provocou a queda do Secretário Chefe de Gabinete da Prefeitura de Conde, no Litoral Sul do Estado, padre Severino Melo.

Depois da veiculação da matéria em rede nacional e da exposição do nome do padre Severino Melo, consequentemente da cidade, o sacerdote não compareceu para trabalhar. Especula-se que o religioso se desligou do cargo e a sua exoneração deve ser confirmada nesta terça-feira (22).O receio é que as denúncias envolvendo o sacerdote, afete a imagem e cause danos a gestão do Conde. 

A Prefeitura de Conde, informou por meio do Secretário de Comunicação do município, Walter Galvão, que ique o Padre Severino Melo encontra-se de licença, em viagem, mas que deverá enviar um documento solicitando sua exoneração.

O padre Severino Melo faz parte da equipe de gestão municipal de Conde desde 2017, quando o Ministério Público estadual arquivou o processo conta o religioso.

Redação

Previous Acidente entre dois carros deixa cinco pessoas feridas em CG
Next Com proposta de discutir globalização, Fórum de Davos começa nesta terça

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *