Ajoelhados, funcionários de mercado fazem oração contra o perigo do coronavírus


A pandemia do novo coronavírus está presente em 199 países do mundo, o que significa dizer, em termos técnicos, se tratar de todo o planeta. Neste cenário, pessoas de todas as classes sociais lidam com o medo da contaminação, e muitas delas são esquecidas, como os funcionários de um mercado.

Nas Filipinas, país onde 2.311 pessoas já foram contaminadas pelo coronavírus e 96 perderam suas vidas, os trabalhadores de um mercado local resolveram se ajoelhar antes de iniciar o expediente para fazer uma oração. Eles pediram a Deus o livramento da doença.

“É mais um dia para enfrentar a batalha e servir o público”, escreveu um dos funcionários ao publicar fotos do momento em sua página no Facebook, segundo informações do portal Padom.

“Vamos começar este dia com uma oração. Juntos, oremos ao Senhor para que essa provação acabe em breve”, completou o trabalhador. A oração, feita em grupo dentro do próprio supermercado, foi compartilhada milhares de vezes nas redes sociais, como um sinal de apoio à iniciativa de fé contra o coronavírus.

 “Vamos orar um pelo outro enquanto lutamos contra o COVID-19. E oremos pelas linhas de frente em todo o mundo que estão sacrificando suas vidas pelo bem de todos os outros”, destacou o funcionário.

Coronavírus nas Filipinas

 O modo como o governo filipino está lidando com a pandemia do coronavírus em seu país causou repercussão esta semana. Tudo porque o seu presidente, Rodrigo Duterte, afirmou que já autorizou que policiais atirem em quem violar o isolamento social.

“Está ficando cada vez pior. Por isso, eu aviso vocês para a seriedade do problema e vocês devem ouvir. Não hesitarei. As minhas ordens para a polícia e para os militares são que, se houver problemas e se houver uma ocasião em que tenham de ripostar e as suas vidas estejam em perigo, os matem a tiros”, disse o chefe filipino.

Não satisfeito com a declaração polêmica, o presidente reforçou o seu alerta: “Você entendeu? Mortos ao invés de causar problemas. Vou enterrar vocês”, afirmou, ele, segundo o UOL.

Previous Partidos aliados divulgam nota de solidariedade a João Azevêdo e Lígia Feliciano
Next Pesquisa aponta que pessoas veem pandemia como oportunidade de se achegar a Deus

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *